2000

Os anos 2000 são marcados, em todo o mundo, pela expansão das grandes marcas e suas parcerias com todos os tipos de esportes; contudo, a década também é marcada pela disseminação do conceito sportswear de luxo, que mescla esportivo e o casual. Nos primeiros anos, a Diadora lança a linha Heritage, destinada a se tornar um verdadeiro fenômeno cultural. Em 2002, é a vez do futebol ganhar novos modelos, e a linha de chuteiras Axeler é desenvolvida pela Universidade Politécnica de Milão, projetada para evitar lesões e garantir maior velocidade aos atletas. Além disso, também foi desenvolvido um uniforme à prova de falsificação, batizado de “One of eleven” (“um de onze”) – os símbolos gravados na manga da camisa mudavam de cor quando o corpo do atleta atingia a temperatura de 35º C. Em 2003, a Diadora patrocina o time brasileiro de futebol Palmeiras. No ano de 2005 é a vez do Clube Atlético Mineiro e Esporte Clube Bahia serem agraciados com o patrocínio da marca. Os times brasileiros de futebol Coritiba Foot Ball Club e Ponte Preta voltam a contar com o apoio da marca em 2006. Neste mesmo ano, o craque do futebol europeu, Roy Keane, usa Diadora. Em 2009, a marca italiana de calçados GEOX, patrocinadora da Red Bull Racing e adorada por personalidades como Angelina Jolie e Paul McCartney, adquire a marca Diadora.

Os anos 2000 foram marcados ainda pelo lançamento de inúmeras linhas de tênis, camisetas, bermudas, calças e bonés, com destaque para a FUN 97, uma releitura do clássico uniforme azul e amarelo usado por Guga em 1997 no torneio de Roland Garros; pelo lançamento da linha de tênis DIADORA 1980, com identidade exclusiva e um visual baseado no clássico old school – uma releitura de modelos originados pela marca para a prática de basquete na nostálgica década de 1980 e que fizeram sucesso nos pés de grandes personalidades do cenário esportivo da época.

Voltar à página História